amar

Segundo poema do projeto poético sobre o mar, amar e as marcas da vida


photo: Beatriz Silva | look: MJr Store Imports

Hey, galerinha!

Esta semana estou divulgando o mini-projeto poético intitulado o mar, amar e e marcar. Confira (aqui), o post onde explico sobre o projeto e sua temática. Abordei a conexão que faço entre o mar, o amor e suas cicatrizes. Esses textos representam o início de uma fase onde estou de coração mais aberto, mais poético, mais intimista. Um momento em que estou forte o suficiente para me permitir ser alvo, alcançável, sem tanta proteção.


O poema o mar já está disponível no blog, com direito a vídeo no IGTV e YouTube.


Confira abaixo o vídeo experimental onde declamo o segundo poema, chamado amar. O vídeo foi gravado em Madre de Deus:



Confira o poema:

A mar

É sentir a brisa do coração e mergulhar de cabeça no mar de sentimentos, cheio de corais de emoções.

É mais que admirar e sentir o seu molhar.

É mais que boiar e sentir o cheiro no ar.

É nadar fundo e descobrir seus tesouros.

Ficar tonto no quebrar de uma onda e quase se afogar em momentos e experiências.

É sentir o sal na garganta, o arder nos olhos e o sorriso bobo de alegria.


Os textos serão disponibilizados no Instagram @jhoneamaralsagas e no do blog também @cultverso. Além de ter vídeos onde declamo os poemas, sendo que esses materiais serão postados no IGTV das respectivas contas do Instagram e no meu cana no YouTube.

INFO.:

Texto e produção: Jhone Amaral

Fotografia: Beatriz Silva

Look: MJr Store Imports

0 visualização